Em uma de suas composições, “Waimea 55000”, Jorge Ben Jor fala “de uma onda de 15 metros que surge uma vez por ano no Havaí”. Uma ótima metáfora para o estrondoso sucesso deste herói da música brasileira, que ressurge renovado de tempos em tempos, sem nunca perder a essência do sambalanço, gênero que criou e popularizou.
Uma de suas especialidades é a lapidação de antigas joias. Acompanhado de músicos de alto gabarito que com ele produzem uma inigualável alquimia sonora, Jorge inclui em suas apresentações, ao lado dos clássicos eternos que todo mundo sabe de cor, algumas “novas” canções. Que, lógico, têm tudo para animar a festa no Hiperclub.

Dia 21 de Junho 2013 no Maria’s
Dia 22 de Junho 2013 no Caramba’s

Comente no Facebook

Comentários