A cerveja Corona, do México, foi anunciada nesta terça-feira como a marca mais valiosa da América Latina. O ranking, divulgado pela BrandAnalytics, aponta que a marca bateu o valor de US$ 6,62 bilhões, tendo um aumento de 29% com relação ao ano passado.

Do Brasil, a primeira marca que figura no ranking é de outra cerveja: a Skol, com um valor de marca de US$ 6,52 bilhões. Já a Petrobras, que figurava no topo ano passado, teve uma desvalorização de 45% em um ano, caindo de US$ 10,6 bilhões para US$ 5,76. Ou seja, talvez por aqui realmente vale mais deixar o carro em casa, economizar gasolina e investir em cerveja…

Brincadeiras a parte, confira o top 10, as dez marcas mais valiosas da América Latina em 2013:

Corona (México) – US$ 6,62 bi – cerveja
Telcel (México) – US$ 6,57 bi – telecomunicações
Skol (Brasil) – US$ 6,52 bi – cerveja
Petrobras (Brasil) – US$ 5,76 bi – energia
Falabella (Chile) – US$ 5,61 bi – varej0
Bradesco (Brasil) – US$ 5,49 bi – bancos
Ecopetrol (Colômbia) – US$ 5,13 bi – energia
Claro (América Latina) – US$ 4,45 bi – telecomunicações
Itau-Unibanco (Brasil) – US$ 4 bi – bancos
Aguila (Colômbia) – US$ 3,90 bi – cerveja

Foram analisadas 50 marcas da Argentina, Chile, Brasil, Colômbia, Peru e México, sendo que o valor total do ranking ficou em US$ 135,3 bilhões – abaixo dos 135,7 do ano passado. Culpem a Petrobras!

Comente no Facebook

Comentários

Corona é a marca mais valiosa da América Latina

Category: Notícias